10.11.14

Debate com o realizador António Pedro Vasconcelos sobre o filme "Os gatos não têm vertigens"



A APRe! vai promover a realização de um Debate com o realizador António Pedro Vasconcelos, sobre o seu filme "Os gatos não têm vertigens", na próxima 4.ª feira, dia 12 de Novembro, pelas 18h, no Forum Lisboa, localizado na Avenida de Roma nº14P

Esperamos a vossa presença e solicitamos que divulguem esta acção a todos os associados dos vossos núcleos.

Neste filme o realizador aborda vários temas importantes, nomeadamente os problemas das pessoas idosas e da solidão, as famílias problemáticas, a marginalidade, jovens criados sem afecto, o desemprego e a crise, a importância do amor e da amizade e do apoio entre gerações.

Numa entrevista à agência Lusa, em 2013, durante as rodagens feitas em Lisboa, António-Pedro Vasconcelos referiu que o cinema tem de mostrar a realidade, mas reconheceu que não pode deixar os espectadores mais deprimidos, nem «vender-lhes escapatórias». «A única coisa positiva de que eu posso falar às pessoas é o amor. É o meu único filme de amor, verdadeiramente. Precisei de chegar a esta idade, para conseguir falar do amor como eu gostava», resumiu. A história de amor é vivida entre uma professora, Rosa, e um tradutor, Joaquim (Maria do Céu Guerra e Nicolau Breyner), cuja ligação é tão forte que não acaba depois da morte dele, que irá acompanhar a amada como um fantasma. E o filme é também a história de Jó (João Jesus), 18 anos acabados de fazer, numa família problemática, num bairro difícil, que irá conhecer Rosa, de quem receberá o afecto que nunca teve.