9.12.14

A APRe! em Bruxelas, crónica do primeiro dia


Crónica de Bruxelas
08.12.2014

Estivemos na conferência "Active Senior Citizens for UE", onde fizemos a primeira intervenção perante seniores da Eslováquia, Irlanda, Eslovénia, Bulgária, Bélgica e Itália. Estavam poucos eurodeputados, mas o presidente da conferência é um eurodeputado do PPE. Apresentámos todos os dados que temos sobre cortes nas pensões e reformas, falámos sobre os Direitos Sociais dos Idosos e a dificuldade na sua consecução, falámos da necessidade da Carta Europeia para os Seniores, que funcionasse como recomendação para os diferentes países tratarem com dignidade os seus idosos. 

Afirmamos com veemência que não estávamos disponíveis para ser os empregados dos seniores europeus que se deslocam para os resorts do nosso país para jogar golf e usufruir o sol e a gastronomia. Ouvimos queixas, a mais impressionante foi feita por um belga que, segundo o conceituado economista do seu país, se houvesse que optar entre uns óculos para uma criança e uma cirurgia a um sénior, teria que se optar pela primeira opção! Colocar a questão da alternativa já é ultrajante!!! O conferencista irlandês ficou chocado com o valor das pensões em Portugal, quando se apercebeu que 65% dos reformados têm pensões abaixo de 500€. Amanhã temos a audição com os eurodeputados portugueses e outros que queiram estar presentes e com jornalistas. A luta continua...

Enquanto durava a conferência em que participámos, os Ministros das Finanças da UE estavam reunidos no mesmo edifício a discutir o déficit de Portugal: 3,3 dizem uns, 2,7 diz a Ministra Albuquerque. É preciso mais medidas de austeridade, dizem eles, agora ainda não, diz ela! E se não se cumprir o déficit que eles querem, alguém morre? É que se optarem por mais austeridade, morrem muitos! Segundo o jornal I, aumentou significativamente a morte nos idosos devido a quedas e devido à desnutrição. Aumenta a austeridade, aumentam os cortes nas pensões, aumenta o preço dos produtos e consequentemente a dificuldade em fazer as refeições para manter um bom estado nutricional.

Presidente da Direcção da APRe!
Maria do Rosário Gama