17.2.15

Exposição APRe! de fotografia sob o tema: “Coimbra Entre Pontes”


No dia 1 de Outubro comemora-se o Dia Internacional das Pessoas Idosas, o Dia Internacional da Música e o Dia Nacional da Água. Tendo isso em atenção, a APRe! (Associação de Aposentados, Pensionistas e Reformados) contactou determinadas instituições e levou a efeito uma série de iniciativas no sentido de se proceder a uma comemoração digna deste dia. Entre estas foi programado um passeio pedagógico, junto ao rio Mondego. A escolha recaiu sobre este espaço de quietude viva da cidade de Coimbra, paisagem cultural de reconhecido valor e recordações latentes, onde outrora circulavam as barcas serranas e outras embarcações de menor porte (na sua actividade de transporte comercial) e onde, presentemente, se praticam desportos fluviais e circula o Bazófias, para deleite de alguns.

Esta exposição é fruto do diálogo travado entre a APRe! e o Museu da Água de Coimbra e, aconteceu graças ao facto de entre os Associados que participaram no Passeio Pedagógico, (no dia 1 de Outubro), se encontrarem pessoas que foram registando o que não deve ser esquecido.

Este passeio foi uma das actividades que a APRe! dinamizou para comemorar o Dia Internacional das Pessoas Idosas (em particular), o Dia Internacional da Música e o Dia Nacional da Água, que são evocados no dia 1 de Outubro.

A Exposição de fotografia cujo tema é; “Coimbra Entre Pontes”, terá lugar no Museu da Água, localizado no Parque Dr. Manuel Braga - Parque da Cidade de Coimbra, entre os dias 19 de Fevereiro e 19 de Março, pretende ser uma mostra de instantes captados pela sensibilidade daqueles que combatem o nada. A inauguração da exposição terá lugar no dia 19 de Fevereiro, às 18:00 horas, contará com a participação de Vânia Couto (a voz que que dá vida aos projetos Macadame, Tabacaria e Pensão Flor) e com as intervenções do Presidente da Águas de Coimbra, Pedro Coimbra, e da Presidente da APRe!, Maria do Rosário Gama.


A vida de uma pessoa não é o que lhe acontece,
  mas aquilo que recorda e a maneira como o recorda
Gabriel Garcia Marquez