16.12.16

Como foi o almoço e reunião comemorativa do 4º aniversário da APRe! do Núcleo APRe! da Região de Aveiro

No dia 12 de Dezembro, em Aveiro, evocou-se o 4º aniversário da APRe! num almoço com a presença de 20 associados e dois membros da Direção nacional. A iniciativa foi organizada pelos dinamizadores do núcleo local, Jorge Fernandes e Álvaro Ferreira e prolongou-se com uma reunião às 15h, no edifício da União de Freguesias da Glória e Vera Cruz, com a seguinte agenda:
  1. O que é ser aposentado/pensionista em Portugal. Pensões do regime contributivo e do não contributivo. Outros apoios sociais de velhice.
  2. Apresentação do livro “Os sonhos Não Têm Rugas”.
Esta reunião foi presidida por Rosário Gama, que abordou o primeiro tema e esclareceu as disposições legais que permitem o acesso ao complemento solidário para os idosos que recebem reformas mais baixas. Abordou, também, as mais recentes iniciativas da APRe! junto das instâncias políticas responsáveis e alertou para algumas das consequências das medidas previstas no próximo orçamento: os aumentos previstos, as alterações no pagamento do subsídio de natal por duodécimos, a sobretaxa de IRS, etc. Referiu-se a alguns pontos do plano de ação da APRe! para o próximo ano, especialmente a um tema que merecerá toda a atenção - Os Cuidados Continuados e os Cuidados Integrados - alertando para a necessidade de novas regras que permitam definir o alargamento de apoios a quem se propõe tratar e acompanhar as pessoas mais velhas que necessitem destes cuidados. Reforçou a necessidade de que os assuntos respeitantes aos aposentados e reformados exigem a participação cívica deles mesmos, pelo que continuará a ser muito importante o papel da APRe! junto do poder político central, mas também do poder autárquico, apresentando iniciativas como a formação de Conselhos Municipais, Comissões Municipais de Proteção aos Idosos em Risco, orçamentos participativos e a presença nas reuniões das autarquias abertas ao puúblico.

Ângela Dias da Silva, membro da Direção e coautora do livro "Os Sonhos não têm Rugas", mostrou como os problemas sentidos pelas pessoas mais velhas são tratados neste livro, desafio que começou por ser lançado aos associados da APRe! para que partilhassem algumas das suas experiências quanto à própria representação da velhice, quanto às formas de se manterem ativos e quanto ao que aspiram para o futuro. Todas as histórias relatadas foram organizadas à luz dos princípios das Nacões Unidas para as Pessoas Idosas: a independência, a participação, a assistência, a realização pessoal e adignidade e acompanhadas de uma reflexão crítica dos autores do livro para cada um destes capítulos. O livro responde, de uma forma bem completa à pergunta: O que é ser velho, hoje, em Portugal?

A reunião decorreu numa excelente dinâmica de diálogo com entre a assistência, que ia colocando algumas questões e apresentando as suas opiniões, e a mesa, que ia integrando estas participações nos assuntos que estavam a ser tratados.