16.10.16

O hipócrita “show” das sanções


Depois de semanas de ‘suspense’, a Comissão Europeia decidiu não aplicar sanções (uma multa ou congelamento dos fundos) a Portugal por não ter cumprido em duas décimas o défice previsto para 2015. Passado esse obstáculo, vem agora o inevitável vice-presidente Dombrovski afirmar que uma eventual suspensão dos fundos a Portugal por parte do Parlamento Europeu ou de novo da Comissão “dependerá em larga medida” da proposta orçamental para o próximo ano. Ora que se saiba, a Comissão só pode sancionar países que não cumpram os défices acordados — e não os meios pelos quais contam atingir esses objetivos. Dombrovski torce as regras, porque não concorda com o atual Governo português nem quer correr o risco de afinal ser cumprido o défice sem ser à custa de cortes de salários, pensões e no Estado social. A hipocrisia e a prepotência deviam levar a multas e demissões.

Nicolau Santos
Semanário Expresso 15.10.2016