5.1.17

Pensões sobem em janeiro mas maioria vai receber menos ao final do mês

O aumento de 0,5% das pensões até 842,6 euros será processado este mês mas a generalidade dos pensionistas vai levar para casa menos dinheiro.


As primeiras pensões do ano começam a ser pagas na próxima semana, já com o aumento, mas o novo regime de duodécimos do subsídio de Natal fará com que o rendimento mensal encolha na maioria dos casos.

É que este ano apenas metade do subsídio de Natal é pago em duodécimos, ao contrário do que acontece desde 2013, em que a totalidade do subsídio dos pensionistas tem sido diluída em 12 meses.

Esta situação nova em 2017 fará com que “em geral, os pensionistas tenham uma redução transitória” no valor mensal da pensão, explicou o ministro Vieira da Silva em conferência de imprensa.

“Neste caminho da reposição da normalidade, esta é uma consequência inevitável”, disse o ministro. Ou seja, anualmente, os pensionistas recebem mais de pensão mas o que vai chegar mensalmente às contas dos aposentados será inferior.

Em agosto há novo aumento para os pensionistas que ganham até 631,98 euros, entre 6 a 10 euros. Mas o duodécimo a pagar (que corresponde a metade do subsídio de Natal) será constante entre janeiro e novembro. Depois, em dezembro (ou novembro no caso da CGA), será paga a outra metade do subsídio, na íntegra com acertos.

Segundo a secretária de Estado da Segurança Social, Cláudia Joaquim, nos próximos dias, os pensionistas vão receber cartas a explicar toda a situação.

Denise Fernandes
O Jornal Económico 04.01.2017