10 de janeiro de 2021

Apesar da reclusão, a covid entrou no Mosteiro da Imaculada Conceição em Campo Maior

 

Com idades entre os 30 anos e os 70 anos, vivem em clausura e raramente saem para o exterior.

Pelo menos 14 das 17 monjas do Mosteiro da Imaculada Conceição, em Campo Maior, testaram positivo para a covid-19. A informação foi avançada por fonte da Arquidioce à agência Lusa. Duas monjas tiveram resultado negativo para o coronavírus SARS-CoV-2 e outra encontra-se atualmente fora da instituição, precisou a fonte. A maioria das monjas apresenta sintomas ligeiros ou estão assintomáticas e apenas uma manifesta febre e dores no corpo. As mulheres, com idades entre os 30 anos e os 70 anos, vivem em clausura e raramente saem para o exterior.

O surto de covid-19 no Mosteiro da Imaculada Conceição de Campo Maior foi divulgado pelo arcebispo de Évora, Francisco Senra Coelho, numa mensagem publicada no sábado à noite na página de Internet da arquidiocese.